Categoria: Casamento (page 2 of 3)

Quatro tradições que vale a pena manter no casamento.

Alguns costumes em bodas se perderam com o tempo, avanço da tecnologia e evolução da sociedade. Outras, porém, permanecem da mesma maneira há anos. Abaixo, listamos quatro delas que não são deixadas de lado pela maioria dos casais, independentemente de suas idades ou tipo de festa. Veja quais e porquê:

O que não pode faltar em um casamento?
despedida de solteiro
  • Despedida de solteiro

    Essa é uma das celebrações que melhor representa a mudança de fase na vida do casal, tanto para a noiva quanto para o noivo. É o momento de estar com os amigos e se divertir. Por isso, deve estar presente na lista de quem vai organizar um casamento. Importante lembrar que esta reunião não significa o fim das diversões em grupo depois da boda, simboliza apenas uma passagem.

    vestido branco
  • Vestido branco

    Apesar dos modelos coloridos estarem em alta, nada remete mais a um casamento do que os clássicos vestidos brancos de noiva. Afinal, quando você pensa na festa do matrimônio, qual imagem vem à cabeça? Manter a cor torna as memórias e imagens de sua boda mais atemporais.

    benção da aliança
  • Benção das alianças

    O ritual de benção das alianças continua sendo um dos momentos mais solenes e comoventes da cerimônia religiosa. Além de marcar o ápice do enlace, as alianças os acompanham para o resto da vida como símbolo de amor e união. Também, claro, como sinal do estado civil. Por isso, sua importância não deve ser diminuída. 

    lua de mel
  • Lua de mel

    Outro item que acreditamos estar sempre na moda é a lua de mel. Não importa a distância, o destino, a duração e se acontecerá imediatamente após o casamento ou alguns dias depois: reservar um tempo a sós, em meio a tantas atribuições da cerimônia, faz com que o casal não esqueça que o mais importante é o entrosamento de ambos.

Especialistas dão dicas de como ter uma festa de casamento de sucesso Comente

 

Fique rodeada de bons profissionais, nos quais confie, para que a sua festa não tenha erros
Fique rodeada de bons profissionais, nos quais confie, para que a sua festa não tenha errosDa lembrancinha ao local da festa, cada detalhe é importante para que nada dê errado no dia do seu casamento. Afinal, tudo acontece em apenas algumas horas, sem chances de remediações futuras. Por isso, vale ficar atenta às dicas dadas por especialitas no assunto.Seu, só seuO casamento é um momento único. “Não faça a sua festa pensando nos outros. Faça-a pensando em si mesma, no que vai lhe agradar. A festa tem que combinar com você em tudo. Se não for ‘a sua cara’, não faz sentido”, disse Fernanda Suplicy, diretora do site Yes Wedding e uma das idealizadoras do Wedding Awards, espécie de “Oscar do casamento”.

MAIS IDEIAS PARA O SEU CASAMENTO

  • Cabelo desestruturado se transforma entre a cerimônia e a hora de comemorar
  • Palácios, mansões e espaços históricos são cenários ideiais para casar como uma princesa
  • Saiba como escolher orquestra, coral e canções para embalar a cerimônia

Mantenha a linha

Quando começar a organizar o seu casamento, não pense apenas individualmente nos detalhes. É preciso pensar neles como um todo também. “A pessoa precisa estabeleceer uma linguagem única, que harmonize todos os aspectos da festa num mesmo estilo, com uma mesma proposta. Senão, os próprios convidados se perdem na essência do casamento”, falou Lizie Chermann, assessora da MS Eventos Especiais.

Há flores por todos os lados

Flores são obviamente permitidas na decoração, mas tome cuidado para não cair nos mitos de “quanto mais, melhor” ou “o que é caro, é nobre”. Segundo a cenógrafa de festas Renata Chapchap, não se pode pecar pelo excesso. “Quantidade não determina qualidade. O que vale é a arte dos arranjos, a elegância”, disse. Quanto ao nobre, ela contou que há tantos tipos de flores lindas por aí, que não são só as caras que brilham mais. Todas se comunicam e têm uma mensagem. “O importante é que essa mensagem seja a que os noivos queiram passar”, disse.

Casamento iluminado

Um dos itens de decoração ainda pouco explorados é a iluminação. “Pode-se dizer que 50% da cenografia do casamento é a iluminação. Um cenário simples, mas bem iluminado, fica sofisticado”, disse Renata. Segundo a especialista, a iluminação é um recurso ilimitado. A dica dela é optar por luzes indiretas na festa, como fazer uso de luminárias e abajures. “Velas são uma ótima pedida também, pois dão um toque romântico ao casamento”, disse.

Ponto-alto: a mesa de doces

Não há como negar que ela é sempre foco nas festas de casamento. “Na hora de escolher como decorar a mesa, cuidado com o exagero. Seja criativa, brinque com cores e com iluminação, mas não deixe a mesa poluída demais”, falou Renata Chapchap. Uma outra dica sobre os doces vem da assessora Lizie Chermann: sirva-os na pista, em copinhos, para o pessoal conseguir comer sem parar de dançar. “Com certeza, todo mundo vai gostar”, disse.

Espaço limite

O tamanho do local da sua festa também é importantíssimo. “Determine bem qual será o número de convidados antes de decidir onde será a festa para não correr o risco de ter uma superlotação ou do espaço ficar vazio demais”, disse Renata. A disposição das mesas também tem que ser cautelosa para não causar trânsito. Segundo a especialista, o ideal é que, no espaço entre as cadeiras de uma mesa e as de outra, seja possível passar uma pessoa caminhando tranquilamente. Menos que isso pode provocar desconforto para os convidados.

Banda ou DJ?

O primeiro passo para escolher quem comandará o som do casamento é compreender qual será o público da sua festa. “Bandas de casamento costumam ter um repertório amplo, mas não o suficiente para agradar os jovens e os mais velhos ao mesmo tempo. Ou um, ou outro. Os DJs têm mais facilidade para isso”, disse Lizie Chermann. A dica da especialista para quem faz questão de ter uma banda é optar por uma que não seja de casamento, que toque um estilo mais específico, para ter como atração. Neste caso, o ideal é manter o DJ até o jantar, com músicas que sejam mais do gosto dos mais velhos e, em seguida, a banda fazer sua apresentação para animar os mais jovens. O DJ pode voltar mais tarde, com músicas variadas.

O clique ideal

A festa pode até durar apenas um dia, mas as fotografias são a chance de você eternizar esse momento. Por isso, não é qualquer foto que conta. “Na hora de contratar um fotógrafo, é preciso conhecê-lo bem, tanto o seu trabalho quanto a sua personalidade. É preciso ter total confiança no nele”, disse Márcia Charnizon, fotógrafa especializada em casamentos. Além disso, algumas dicas na hora de brifar o profissional também fazem a diferença. “Peça para ele fotos naturais, que traduzam os momentos verdadeiramente. Fotos posadas, muitas vezes, podem parecer forçadas e não é essa a intenção”, completou.

Não force a lembrança

Na hora de bolar o que dar de lembrancinha aos seus convidados, pense no dia a dia deles. “De nada adianta dar algo útil, mas com as iniciais ou com uma foto dos noivos. Assim, as pessoas não vão se sentir à vontade para usar o item em várias ocasiões”, disse Lizie Chermann. “Opte por uma estampa que combine com a sua festa, algum detalhe. Assim, os convidados vão lembrar de seu casamento depois, mas sem aquela lembrança explícita”, falou.

Momento Cinderela

Escolher o sapato não é tão simples. Ao contrário do que muitas pensam, ele com certeza vai aparecer. A moda ultimamente tem sido usar sapatos coloridos. “Se você prefere um sapato com cor marcante, sem problemas, contanto que ele se adeque ao seu estilo. Para não errar, escolha tons que combinem com a sua pele. É certeza de sucesso”, disse a estilista Emannuelle Junqueira. Segundo ela, o importante é que o sapato seja elegante e confortável.

Evite exagerar nos acessórios

Invista no seu brilho natural

A estrela da festa é, sem dúvida alguma, você – a noiva. Por isso, não há a necessidade de exagerar tanto em acessórios ou num vestido com muito brilho. “Antigamente, usava-se bastante. Hoje em dia, acaba ficando brega. Para não errar, foque em alguma região do vestido, como um cinto, uma alça ou um barrado, e aplique o brilho”, disse Emannuelle.

Arranjo de mesa não é buquê

Segundo Emannuelle, o maior erro cometido pelas noivas na hora de escolher o buquê é optar por um que combine com a decoração da festa. “Uma coisa independe da outra. O buquê tem que ser algo leve, é um acessório. Ele tem que combinar com a personalidade da noiva, não com a decoração”, falou a estilista.

Branco básico

Noiva de vestido branco é clássico. Mas a cor pura tem sido menos usada. “O branco, quando muito branco, pode parecer sintético. A dica é escolher um vestido off-white, aquele branco menos gritante”, indicou Emannuelle Junqueira. Conforto também é importante. “Pense que você vai usar o vestido por horas, vai dançar, sentar, levantar, abraçar… Se ele não for confortável, você acaba não aproveitando a sua própria festa”, disse. E, para achar o modelo ideal, a dica da estilista é pesquisar muito, buscar referências, ver muitas revistas e sites internacionais. Tudo para encontrar o vestido ideal.

Fôlego até o fim

Um dos grandes medos é que a animação da festa não dure até o fim. Mas isso também depende dos noivos. “Sempre insisto para os noivos ficarem na pista durante toda a festa, sem ficar circulando nas mesas ou sentados. Com o casal animado e dançando, os convidados acabam se animando junto também”, disse Lizie Chermann.

Bons conselheiros

Se tem  uma coisa com a qual todos os especialistas concordam é que você precisa estar rodeada de bons profissionais, que sejam de sua confiança e que combinem com o seu estilo, para que realmente consigam realizar o seu sonho, sem erros.

« Older posts Newer posts »